12 de fev de 2009

8 de fev de 2009

Por uma Arquitetura mais reconhecida!

O reconhecimento profissional sempre foi muito importante para qualquer profissional, principalmente aqueles que dependem de uma clientela, seria o caso dos Arquitetos! Nós dependemos (exceto aqueles empregados e que não projetam) de clientes para o nosso ganha pão, são os projetos que conseguimos durante o mês que irão nos sustentar.
Vejo a dificuldade que tantos Arquitetos tem em achar projetos para sobreviver.



Basta fazermos uma simples conta:

Supondo que eu arranjasse um projeto hoje e que fazendo os devidos cálculos decidisse cobrar R$ 3600 reais no projeto. Contudo esse projeto demoraria dois meses para ser feito, portanto nesses dois meses, trabalhando com esse único projeto teríamos o salário mensal de R$ 1800 reais. Para a realidade de Salvador e considerando o padrão de vida daqui isso é complicado!

Navegando por ai encontrei vários sites que descaradamente ofereciam planta baixa e projetos que se “adequavam” ás suas necessidades a um preço ridículo! Bem, a questão não é o preço! Mas a pratica imoral de vender um projeto industrializado (que vai se repetir em varias casas pelo Brasil a fora...) e com o rotulo de “adequação ás suas necessidades”.

Deixo o meu apelo aqui:
Em hipótese alguma contrate esse tipo de serviço! Antes contrate um Arquiteto ele sim ira saber a sua real necessidade, e irá acima de tudo fazer um projeto dentro do seu gosto e orçamento!

Abraços a todos
Compartilhar:

4 de fev de 2009

E mais uns livrinhos pra minha estante...

Recentemente adquiri mais dois livros....
Concreto Armado, Eu te amo Volume 1 e 2...Amei a didatica dos livros!
E
recomendo!


Este livro foi desenvolvido para estudantes de engenharia civil, arquitetura, tecnólogos e profissionais da construção em geral. Trata-se de um ABC explicativo, didático e prático no mundo do concreto armado e tem aplicação prática atuante em construções de até 4 andares, ou seja, praticamente 90% das edificações brasileiras.
Nesta quinta edição, os autores inovam mais uma vez, e incorporam várias fotos e uma cartilha que explica a norma do concreto armado. Trata-se de uma edição atualizada e ampliada, segundo as NBR 6118/2003 (antiga NBR 1/78) e NBR 14.931 e aborda aspectos de projeto de estruturas de concreto armado, de execução das obras e o controle da qualidade do concreto nessas obras.
Com a NBR 6118/2003 nada mais é como antes. Para conhecer esse novo mundo, leia este livro escrito em linguagem prática e fácil e até coloquial, fator relevante na aceitação e sucesso do livro no mercado nacional e que estabeleceu a "linguagem botelhana".



Depois do sucesso do Volume 1 do Concreto armado eu te amo e que cuida essencialmente do dimensionamento de lajes, vigas, pilares, escadas e sapatas de prédios de até quatro andares, os leitores começaram a mandar cartas e e-mail aos autores pedindo que detalhássemos assuntos complementares do projeto de concreto armado de um prédio convencional, seja para prédios de apartamentos , seja de escritórios. Surgiu, então, este Concreto Armado Volume 2 , abordando vários assuntos essenciais, tudo em obediência à norma NBR 6118/2003 da ABNT e a boas práticas da engenharia.
Tudo isso dirigido a estudantes de engenharia , arquitetura e jovens profissionais de projeto e construção de obras de concreto armado.

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio